Logicalis cria grupos de afinidades para promover discussões e iniciativas a respeito da diversidade e inclusão corporativa

Como parte de suas ações para promover um ambiente organizacional mais inclusivo, a Logicalis anunciou a criação de grupos de afinidades voltados ao público interno. Formados por profissionais das mais diversas áreas, os encontros têm como objetivo promover o debate de temas que envolvem minorias, como mulheres, negros e LGBTQIA+.

A iniciativa faz parte das ações promovidas pelo Comitê de Diversidade e Inclusão da empresa na América Latina, ampliando pautas de empoderamento de minorias na região. Com o propósito de manter o tema de diversidade e inclusão sempre vivo e disponível para discussão, foi criada uma agenda recorrente de ações que ajudam a melhorar as práticas na organização, promover painéis com representantes das minorias, bem como realizar iniciativas pontuais em datas comemorativas - como o Dia Internacional da Mulher, Dia do Orgulho LGBTQIA+ e Dia da Consciência Negra, por exemplo - voltadas para os profissionais. De maneira bastante aberta, dentro dos grupos foi destacado a importância e disponibilidade do Canal de Ética e Conduta para que as pessoas possam denunciar situações de preconceito.

O objetivo é incorporar o assunto da forma mais completa possível, direcionando os conteúdos abordados para a conscientização e a inclusão da diversidade no dia a dia da empresa. “Queremos promover um espaço seguro para as pessoas interagirem entre si e dividirem experiências pessoais, que vão além de temas voltados à empresa, dentro desses grupos. É como uma rede de apoio também, não só de afinidade. A meta é unir essas pessoas para que elas se sintam parte de algo maior e tragam o seu melhor para empresa”, comenta Tania Casa, Chief People & Administration Officer e sponsor do Comitê de Diversidade e Inclusão da Logicalis LATAM.

Os grupos de afinidades da empresa têm uma média de 10 a 15 pessoas participando ativamente. Cada grupo recebeu um nome ligado ao que ele representa: o LogiBold aborda temas focados em negros e pardos; o LogiPride abrange assuntos sobre a comunidade LGBTQIA+ e o LogiWomen conta com pautas envolvendo o empoderamento feminino. Apesar de ser direcionado para reforçar o tema de diversidade e inclusão, qualquer profissional da Logicalis pode fazer parte das turmas e ações para aprender e se conscientizar, bem como compartilhar ideias e pensamentos.

“Tecnologia ainda é uma área com grande espaço para aumentar diversidade. Nos próximos anos, o setor terá que promover globalmente o desenvolvimento massivo de profissionais, ou seja, é uma oportunidade única para criar um mundo mais inclusivo e igualitário. Na Logicalis, iniciamos com estes três grupos para fomentar a presença de mulheres em tecnologia - o que já temos também fundamentado em outras ações de ESG na empresa, tanto que hoje somos 29% entre os profissionais da Logicalis; de negros, pois existe uma porcentagem muito baixa de negros atuando no setor; e LGBTQIA+, porque precisamos lutar contra a homofobia dentro do mercado de TI”, explica Tania.

Além disso, a Logicalis tem aumentado ano a ano a diversidade por meio de seu Programa de Estágio. Para se ter uma ideia, em 2021, a empresa contratou nove vezes mais estagiários negros do que no ano anterior. “Essa representatividade ajuda, inclusive, na retenção de talentos. As pessoas se reconhecem no ambiente da empresa e podem ser elas mesmas. Acreditamos que o profissional deve ser avaliado pelo que ele pode agregar e, que quanto mais diversos formos, mais inovadores conseguimos ser”, finaliza a diretora.