Logicalis neutraliza suas emissões de gases de efeito estufa no Brasil por meio da plataforma BlockC

A busca por melhores práticas ambientais, sociais e de governança ganharão cada vez mais relevância dentro e fora das empresas. Iniciativas como essa, conhecidas como ESG (Environmental, Social and corporate Governance), assumem um papel extremamente importante na disseminação e adoção do desenvolvimento sustentável entre profissionais, parceiros e clientes. Com esse ideal, a Logicalis, empresa global de soluções e serviços de tecnologia da informação e comunicação, neutralizou suas emissões de gases de efeito estufa (GEE), dos anos de 2018 e 2019 no país.

O processo, realizado por meio da plataforma BlockC, analisou o inventário de emissões referente aos dois últimos anos, contabilizando todos os gases emitidos diretamente, gerados pela Logicalis, e indiretamente, provenientes das operações de parceiros e fornecedores. Os GEE da companhia são originados pelo uso de ar condicionados o consumo de energia elétrica nos escritórios, e, principalmente, viagens e deslocamentos de profissionais, além da logística de entrega de produtos de tecnologia para seus clientes – totalizando 2.342 toneladas de GEE neutralizados. 

A plataforma BlockC opera com créditos de carbono de diversas origens, entre elas preservação de florestas - neste caso, floresta amazônica -, geração de energia limpa e renovável e redução de resíduos. Os créditos são emitidos e custodiados pela própria ONU, e outras plataformas que seguem rigorosos protocolos, além de serem verificados e certificados periodicamente. Estes ativos ambientais, como créditos de carbono e certificados de energia renovável são lastreados e rastreados por meio da tecnologia de blockchain utilizada na plataforma BlockC. “A plataforma foi desenvolvida em conjunto com a Logicalis e é baseada em blockchain, que garante segurança e universalidade a todo o processo. Ao lastrear o crédito de carbono por meio da tecnologia, criamos uma governança na gestão do ativo, proporcionando transparência e segurança ao processo de neutralização atendendo a qualquer processo de compliance. Créditos e certificados são aposentados no processo, certificando que o crédito seja utilizado apenas uma vez”, completa Adriano Nunes, co-fundador e COO da BlockC.

Essa é a primeira vez que a Logicalis neutraliza suas emissões de carbono. A companhia conta com um comitê de sustentabilidade desde 2014 e estava avaliando esse movimento há algum tempo. “Como Architects of Change, nos preocupamos não apenas com a digitalização de nossos clientes, mas também em transformar toda a sociedade e o meio ambiente em que estamos inseridos”, comenta Marcos Ablas, gerente de consultoria da Logicalis e membro do comitê de sustentabilidade da empresa.

A neutralização das emissões de gases do efeito estufa são voluntárias e visam contribuir com um planeta melhor. Para saber mais, acesse: www.zco2.com.br