Cooperativa escolhe Logicalis para desenvolver portal do cooperado com serviços tecnológicos agrícolas

CENÁRIO

Um dos principais setores da economia brasileira, o agronegócio é formado por grandes players e também por pequenos e médios produtores, que normalmente se associam a cooperativas em busca de melhores negociações e condições de negócios mais interessantes. Uma das maiores cooperativas agrícolas do Brasil tem como principal objetivo proporcionar expressividade para os pequenos e médios produtores manterem seu negócio.

Com o objetivo de equipar os agricultores com ferramentas tecnológicas, para que cada vez mais aumentem a produtividade nas lavouras e alcancem melhores resultados de negócios, a cooperativa buscava uma forma de descomplicar os serviços que prestavam com soluções tecnológicas, especialmente agricultura de precisão.

Assim, a cooperativa escolheu a Logicalis para desenvolver um portal de serviços tecnológicos, o qual irá automatizar e simplificar alguns processos para os cooperados. 

SOLUÇÃO

A Logicalis está desenvolvendo um portal de serviços tecnológicos agrícolas hospedado na Microsoft Azure com parceria da CWC Sistema de Informação, empresa especialista em análise de imagens de satélite para agricultura. O portal está dividido em quatro pilares, sendo eles: monitoramento agrícola, análise de fertilidade por zona de manejo, mapeamento de plantas daninhas e monitoramento climático.

O primeiro diz respeito a análise da plantação por imagens de drone. Um drone, equipado com sensores infravermelho, executa uma missão autônoma controlada pelo portal e obtém várias imagens da lavoura. Em seguida essas imagens são processadas pelo portal para a geração de mapas que indicam o nível vegetativo e o nível de clorofila da plantação. Um aplicativo de navegação, integrado ao portal, guia um técnico agrônomo da cooperativa até áreas da lavoura identificadas como críticas para fazer diagnósticos preciso e gerar recomendações. Todo o conteúdo gerado de mapas e recomendações são validados por especialistas do cliente e entregues ao cooperado em sua conta no portal.

O segundo pilar, a análise de fertilidade, denominado pelo cliente como Geofert, é uma análise de fertilidade por zona de manejo. Essa solução já existe na cooperativa, entretanto é feita de modo manual. A Logicalis automatizou o processo e o tornou mais eficiente, já que as amostras coletadas são escolhidas de acordo com a análise da safra anterior.

O terceiro pilar diz respeito ao mapeamento de plantas daninhas e pulverização por drone. Nessa solução, um mapa de plantas daninhas é gerado pela CWC para uma determinada área solicitada pelo cooperado, a partir de imagens de satélite ou de drones. A partir daí a cooperativa gera uma recomendação de manejo que pode ser aplicada através de voo autônomo de um drone pulverizador do próprio cooperado, ou contratado pela cooperativa em forma de serviço.

O último pilar contempla o mapeamento de pivôs de irrigação, que é uma área circular da plantação projetada para receber água.  Essa solução que envolve apenas a cooperativa e não o cooperado, para ter acesso ao mapa de pivôs de irrigação de uma determinada área. Além disso, há também o monitoramento climático, em que sensores coletam dados de velocidade do vento, direção do vento, pluviometria, radiação, solar, umidade, temperatura dos solos e umidade do solo. Toda essa tecnologia terá acesso móvel não só para os cooperados, mas também para os consultores e especialistas agronômicos que prestam serviços pela cooperativa.

BENEFÍCIOS

O principal benefício do projeto é o aumento de produtividade das lavouras dos clientes da Cooperativa. O Portal do Cooperado é uma plataforma de serviços tecnológicos fim-a-fim, que visa automatizar a identificação de áreas críticas dentro da lavoura.

Com o portal, o cooperado terá ferramentas tecnológicas modernas e precisas para aumentar a sua competitividade e promover fidelização, proporcionando melhores resultados e maior expressividade para os cooperados.