Uma das maiores redes varejistas do Brasil agiliza a tomada de decisões ao migrar dados comerciais para a nuvem

Cenário

Uma das maiores redes varejistas do Brasil – com operações físicas e on-line – começou o ano de 2020 em pleno processo de modernização de sua infraestrutura de dados. Com o rápido avanço dos negócios e a necessidade de analisar um volume cada vez maior de informações, a empresa passou a enfrentar desafios relacionados à perda de velocidade no acesso aos dados utilizados para análises comerciais. Apresentando queda gradual de performance, a estrutura dava sinais de que estava chegando ao seu limite, o que exigia a ampliação da capacidade dos sistemas que abrigavam o chamado cubo de dados comerciais.

O cubo é um consolidado de dados utilizado para a geração de relatórios, resultado da união de diversas tabelas da base de informações de uma única fonte, que pode ser lida por diversas aplicações. O cubo da rede varejista contava com 16 anos de conteúdo armazenado, contendo todos os registros de estoque e vendas.

Dentro do processo de modernização da companhia, os maiores desafios envolvidos eram a migração dessa base para um ambiente mais moderno e com melhor desempenho. O objetivo era garantir mais velocidade no acesso às informações e disponibilidade dos dados, permitindo que as áreas pudessem gerar seus dashboards com a agilidade e confiabilidade.

Solução

A empresa decidiu levar o cubo, originalmente instalado em uma estrutura on-premisse, para uma plataforma em nuvem pública baseada no Azure, da Microsoft.

Como uma das principais parceiras estratégicas da Microsoft, a Logicalis, em conjunto com a Kumulus, foi prontamente acionada para auxiliar o cliente nesse projeto de modernização. Desde outubro de 2020, a Logicalis já era a responsável pela sustentação de todo o ambiente em nuvem do cliente e isso somado à experiência da Kumulus em serviços cloud e gerenciamento de dados, garantiu a melhor estratégia para a migração da varejista.

Após algumas reuniões técnicas de entendimento e de levantamento do escopo, feito pelos times da Kumulus e da Logicalis, foi desenvolvida a proposta que melhor atendia às demandas do cliente.

Um dos grandes desafios foi o mapeamento de todas as fontes de dados que alimentam o cubo, viabilizando a rastreabilidade das informações reunidas ao longo de 16 anos. Essa etapa era crítica, uma vez que o cubo abriga diversos indicadores e regras de negócios, o que significa que um dado incorreto poderia comprometer os KPIs da varejista.

O passo seguinte foi migrar os dados para a nuvem e iniciar um processo de desenvolvimento e modernização dos dados baseado na solução Modern Data Warehouse.

O projeto começou a ser implementado em maio de 2021, prevendo a migração do data center da varejista para a Azure ainda este ano.

Benefícios

A partir do momento em que o cubo comercial estiver 100% na Azure, o cliente passará a contar com uma série de benefícios, começando pela escalabilidade do novo ambiente, que não dependerá mais de aquisição de novos equipamentos.

Com a migração para a nuvem, a companhia deixa para trás as restrições físicas existentes no modelo on-premise, já que ampliações na estrutura exigiam disponibilidade de espaço físico, compra de máquinas e de licenças, isso sem falar no tempo de implementação.

Por outro lado, a nuvem vai permitir o tratamento de um volume de dados muito maior, dando mais agilidade e assertividade ao processo de tomada de decisão. Isso porque as diversas áreas da empresa poderão ter acesso aos relatórios e serão capazes de construir seus dashboards com mais rapidez, respondendo à velocidade dos negócios.

Satisfeito com o andamento do projeto do cubo comercial, o cliente já iniciou, também com a Logicalis e a Kumulus, o projeto de migração do cubo financeiro.